Curso de Capacitação do PJe Criminal por videoconferência – Projeto Piloto – Modalidade: a distância

CONVOCAÇÂO

De ordem do Excelentíssimo Senhor Desembargador Nelson Missias de Morais, Presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, da Excelentíssima Senhora Desembargadora Áurea Maria Brasil Santos Perez, Segunda Vice-Presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e Superintendente da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes e do Excelentíssimo Senhor Desembargador José Geraldo Saldanha da Fonseca, Corregedor-Geral de Justiça do Estado de Minas Gerais, comunicamos que estão convocados para o Curso de Capacitação do PJe Criminal por vídeoconferência – Projeto Piloto, na modalidade a distância, conforme abaixo especificado:

1. PÚBLICO AO QUAL SE DESTINA: Magistrado, assessor, servidores e estagiários da 2ª Vara Criminal da Comarca de Belo Horizonte.

2. OBJETIVO: Ao final dessa ação, os participantes serão capazes de operar o sistema PJe, proporcionando melhorias e automatizações que irão gerar economia e celeridade no Sistema de Justiça.

3. DOCENTES: Tatiana Lívia dos Santos Guimarães
Ítalo Moura Martins
Jordana Stéfanie Fereira Neto
Bruno Peres
Débora Alvarenga Lopes
Sarah Silveira de Azevedo Rezende
Patrícia Cançado Guimarães
Marina Soares Cota

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

• Apresentação do Projeto Piloto;
• Ferramentas do sistema e tela de acesso;
• Identificação da área de trabalho do Gabinete e Secretaria (visão geral, painel do usuário, estrutura básica dos fluxos, menu de navegação “tarefas”, área de exibição, área de atividades);
• Pesquisas no PJe (pesquisas de processo e localizações, consulta pessoa, menu de navegação “últimas tarefas);
• Detalhes do processo (identificação, cronologia dos documentos, documentos, ícone “menu”, outros ícones);
• Gerenciamento de Etiquetas (criar, adicionar nas áreas de exibição e atividades, menu de navegação “etiquetas”, editar, excluir, menu de navegação “minhas tarefas”);
• Gerenciamento de agrupadores;
• Retificação de dados do processo (retificar cadastro, gerenciar segredo e/ou sigilo do processo, gerenciar sigilo dos documentos).

5. DATA DO CURSO: 25 e 27 de maio de 2020.

6. HORÁRIO: de 9 as 11h.

7. CARGA HORÁRIA: 4 horas

8. MODALIDADE: A distância, por meio de videoconferência.

9. PERIODO DE INSCRIÇÃO: 21 e 22 de maio de 2020.

As inscrições serão abertas a partir das 14h do dia 21 de maio e encerradas às 14h do dia 22 de maio de 2020.

10. NÚMERO DE VAGAS: 14 vagas

11. PROCEDIMENTOS PARA REALIZAR A INSCRIÇÃO:
11.1. O participante deverá:
11.2. Acessar o endereço http://siga.tjmg.jus.br/mod/cadastro/index.php?cursoid=cur1310, e clicar no link “Inscrições”.
11.3. Na página de inscrições, localizar o nome do curso e a turma, depois, clicar em “INSCRIÇÕES ABERTAS – CLIQUE AQUI”;
11.4. Em seguida, preencher ou atualizar, no formulário, seus dados de cadastro. Por fim, clicar no botão “Confirmar o pedido de inscrição”;
11.5. Os campos CPF e senha, preenchidos durante o procedimento de inscrição, serão utilizados, respectivamente, para “login” e “senha”, devendo ser anotados pelo candidato, como forma de lembrete. Caso o candidato necessite atualizar a senha, deverá acessar o site http://siga.tjmg.jus.br e clicar no link “Cadastro”, presente no menu do topo da página.
11.6. Mesmo tendo sido convocado(a), o(a) participante deverá realizar sua inscrição.

CLIQUE AQUI E FAÇA SUA INSCRIÇÃO

12. PRÉ-REQUISITOS TECNOLÓGICOS:
12.1 – Possuir ou ter acesso a um computador multimídia, capaz de reproduzir áudios e vídeos;
12.2 – Acesso à Internet, com velocidade mínima de conexão de 256 kbps;
12.3 – Possuir endereço de correio eletrônico (e-mail) válido e atual; o e-mail deverá ser de uso exclusivo do estudante e consultado, preferencialmente, diariamente;
12.4 – Sistema Operacional e Navegador de Internet atualizados. Adobe Flash Player, Adobe Acrobat Reader e Windows Media Player instalados e atualizados.

13. IMPOSSIBILIDADE DE PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES CONVOCADOS:
13.1. A impossibilidade de participação de convocado à ação educacional deverá ser justificada até 22 de maio de 2020, por meio do endereço eletrônico: / , devendo ser informado o motivo da não participação.
13.2. Informa-se que, nos termos do art. 21-A, §4º da Resolução nº 367, de 25 de abril de 2001, conforme redação dada pela Resolução nº 822, de 16 de junho de 2016, o servidor que não obtiver a certificação na ação de formação para a qual for convocado perderá o direito à progressão e às promoções horizontal e vertical, institutos de desenvolvimento na carreira. O dispositivo citado segue transcrito:
Art. 21-A A Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes – EJEF convocará o servidor para participar de ação de formação, que será considerada para fins de desenvolvimento na carreira.
§ 1º As ações de formação a que se refere o “caput” deste artigo são as destinadas:
I – à formação inicial;
II – ao aprimoramento para o exercício de suas funções;
III – à capacitação para o exercício das atribuições estabelecidas para as classes subsequentes de sua carreira.
§ 2º A frequência do servidor não será exigida em caso de afastamento previsto em lei ou regulamento ou de dispensa concedida formalmente pela EJEF.
§ 3º Além da convocação individual do servidor, a EJEF divulgará no Diário do Judiciário eletrônico – DJe e no Portal TJMG os cursos de que trata este artigo.
§ 4º O servidor convocado pela EJEF e que não obtiver a certificação na ação de formação, fora das hipóteses previstas no § 2º deste artigo, perderá o direito à progressão e às promoções horizontal e vertical, na forma dos artigos 23, 25 e 28 desta Resolução.
§ 5º As hipóteses de dispensa da ação de formação, de que trata o § 2º deste artigo, constam de ato normativo próprio.
13.3. Cientifica-se, ainda, que nos termos do art. 8º, § 5º da Portaria Conjunta nº 360, de 30 de junho de 2014, o servidor que não apresentar justificativa ou que não obtiver o deferimento ficará impedido de participar de outras ações educacionais, nos seguintes termos:
Art. 8º-A convocação referida no inciso I do art. 7º será direcionada ao servidor ou ao seu superior hierárquico, sendo obrigatório o comparecimento do convocado.
(…)
5º-Caso a justificativa não seja apresentada ou não seja deferida, o servidor ficará impedido de participar de outras ações educacionais pelo prazo de seis meses, a contar da data do término da atividade educacional na qual não compareceu, ressalvada a possibilidade de sua convocação para ações educacionais, por necessidade ou conveniência da Administração
13.4. As ausências em razão de afastamento previsto em lei ou regulamento deverão ser igualmente informadas pelo canal de comunicação citado no item 12.1.
13.5. Excepcionalmente, no caso de ausência por motivo imprevisível, a justificativa poderá ser enviada na data de ocorrência do evento que impossibilitar o comparecimento à ação, mesmo que se dê após o prazo referido.

14. IMPOSSIBILIDADE DE PARTICIPAÇÃO DO MAGISTRADO CONVOCADO:
14.1 Caso o magistrado convocado não possa atender a esta convocação, deverá enviar justificativa por meio do endereço eletrônico: /, impreterivelmente, até o dia 22 de maio de 2020, com as informações abaixo:
• No Campo Assunto: Inserir nome do Curso / Ação de Formação e de Aperfeiçoamento.
• No Corpo da Correspondência: Inserir o nome completo do magistrado, vara, comarca, período da ausência, justificativa.
• É possível a juntada de documentos, quando necessária, e esses deverão ser enviados como anexo.
14.2 – A impossibilidade de participação em razão de afastamento previsto em lei ou regulamento deverá ser comunicado pelos e-mail supra citados.
14.3 – Excepcionalmente, no caso de não atendimento à convocação por motivo imprevisível, a justificativa poderá ser enviada na data de ocorrência do evento que impossibilitar a realização do curso, mesmo que se dê após o prazo referido

15. CERTIFICAÇÃO: Compete à EJEF fornecer certificado de participação ao aluno que obtiver o mínimo de 100% (cem por cento) de frequência da carga horária total.
O certificado de participação estará disponível no link http://siga.tjmg.jus.br/certificadosvirtuais, a partir do quinto dia útil após a data de realização do curso.

16. AVALIAÇÃO DE REAÇÃO: Ao final do curso o estudante apontará o seu grau de satisfação com relação ao tema, carga horária, aplicabilidade dos conhecimentos adquiridos, ambiente de treinamento, dentre outros.

17. COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVA: Coordenação de Formação Permanente do Interior – COFINT.

18. COORDENAÇÃO METODOLÓGICA: Coordenação de Tecnologia para Educação e Informação – CETEC/ Núcleo de Educação a Distância.

19. DESENVOLVIMENTO DO CURSO: Corregedoria Geral de Justiça/COSIS/GESIS.

20. ESTIMATIVA DO MONTANTE DA DESPESA: R$ 0,00

21. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:
21.1. Outros esclarecimentos podem ser obtidos na Coordenação de Formação Permanente do Interior – COFINT, através dos e-mails: /

LISTAGEM DOS CONVOCADOS

NOME CARGO
 Haroldo André Toscano de Oliveira Juiz de Entrância Especial
Alexander Azevedo Saraiva Assessor de Juiz
Charles Douglas de Magalhães Gerente de Secretaria
Alcione Martins de Oliveira Oficial de Apoio Judicial B
Débora de Cássia Silva Oficial Judiciário D
Isabela Moreira Mendes Oficial de Apoio Judicial B
Jaciara Guimarães Rosa Hemétrio Nogueira Oficial de Apoio Judicial D
Juliana de Cássia Brandão Oficial Judiciário D
Luciana Fialho dos Santos Agente Judiciário C
Paulo César de Abreu Neves Oficial de Apoio Judicial C
Antônio Alberto Sica Estagiário (Gabinete)
Arthur Lopes de Valadares Brum Estagiário (Gabinete)
 Frederico Roberto Batista Estagiário (Gabinete)
 Matheus Giovani de Brito Veloso Estagiário (Gabinete)